Orientações sobre a Dispensação de Antiinflamatórios Não Esteroidais - AINE´s

Toledo, 11 de março de 2013.

 

INFORME TÉCNICO Nº 001/2013

 

A Vigilância em Saúde, considerando:

  • A situação epidemiológica atual que apresenta uma epidemia de dengue em alguns municípios paranaenses, sendo que o Município de Toledo encontra-se, no ranking regional em 4º lugar em número de casos, num total de 41 casos (7/03/2013);
  •  
  • Que as atribuições da Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária, por meio de ações devem intervir para recuperar e prevenir casos de dengue no município;
  •  
  • Que para o alívio dos sintomas da doença a população procura adquirir nos estabelecimentos farmacêuticos medicamentos com ação analgésica, antipirética e antiinflamatória,
  •  
  • Que as drogas denominadas AINE´s – Antiinflamatórios Não Esteróides, dentre todos os agentes terapêuticos, estão entre os mais usados;
  •  
  • Que os medicamentos AINE´s usualmente são comercializados sem a devida receita médica;
  •  
  • Que o Ácido Acetilsalicílico faz parte dos antiinflamatórios não esteróides e já como é de conhecimento de todos – “Medicamentos a base de Ácido Acetilsalicílico não podem ser utilizados para o tratamento da dengue”, pois seu efeito anticoagulante pode promover sangramentos;
  •  
  • Que como efeitos indesejados comuns dos AINE´s estão os distúrbios gastrointestinais com risco definido de hemorragia grave e/ou perfuração, efeito que só vem a agravar os casos suspeitos de dengue, principalmente da dengue hemorrágica;
  •  
  • Conclama a participação dos estabelecimentos farmacêuticos (farmácias, drogarias, farmácias públicas, unidades de dispensação de medicamentos) para que a dispensação de medicamentos antiinflamatórios não esteróides seja realizada mediante orientação adequada ao paciente, de forma que pacientes com sintomas de dengue não utilizem tais produtos, a não ser mediante prescrição médica.

São os medicamentos envolvidos:

  •            ÁCIDO ACETILSALICÍLICO;
  •            DERIVADOS DO ÁCIDO PROPIÔNICO: NAPROXENO, IBUPROFENO, CETOPROFENO, FENBUFENO;
  •           DERIVADOS DO ÁCIDO ACÉTICO: INDOMETACINA, DICLOFENACO;
  •           ÁCIDOS INÓLICOS: PIROXICAM.

Os medicamentos paracetamol e dipirona poderão ser utilizados, obedecidas as suas restrições de uso.

“Esta é uma medida emergencial que deverá perdurar durante o período de alerta de epidemia de dengue no Estado do Paraná.”

 

DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA À SAÚDE DE TOLEDO - PR

AnexoTamanho
Informe Técnico nº 01/2013113.24 KB