2016 - ELEIÇÃO DE DIRETORES/AS DAS ESCOLAS MUNICIPAIS

      A qualidade do ensino se assenta, dentre um dos aspectos mais fundamentais, sobre a competência profissional dos diretores escolares e sua capacidade de organizar, orientar e liderar as ações e processos promovidos na escola voltados para a promoção da aprendizagem e formação dos alunos.

       No contexto da democratização da escola, de modo a torná-la uma instituição aberta à comunidade e de qualidade para todos, além dos preceitos legais para a sua democratização, conforme proposto na legislação, uma nova estratégia tem sido acrescentada, qual seja a escolha de diretores pela comunidade escolar, a partir dos pressupostos de que na medida em que a comunidade escolhe o seu diretor, compromete-se em apoiar a implementação de Projeto Político-Pedagógico construído coletivamente, e passa a sentir-se parte atuante desse processo e da comunidade escolar.

     Apresentamos, como parte do processo da Gestão Democrática, a ser continuamente enriquecido e aprimorado, o processo de escolha/eleição dos/as diretores/as, com os seguintes objetivos:

• contribuir para que os profissionais da educação interessados em assumir as funções e responsabilidades de diretor escolar possam orientar a sua preparação inicial para fazê-lo mediante uma visão abrangente de seu trabalho;

• oferecer um instrumento de apoio na escolha de diretores escolares;

• estimular entre diretores escolares, a criação da cultura de desenvolvimento contínuo de competências para o exercício de suas funções gestoras e responsabilidades de liderança na escola.

(Lück,2009)