Agricultura, Pecuária e Abastecimento

 

INFORMAÇÕES DA SECRETARIA DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

 
Secretário
Cristopher Cristiano Carnelos de Azevedo
E-mail: cristopher.azevedo@toledo.pr.gov.br
Diretor 
Vilson Andre da Silva (Chumbinho)
E-mail: vilson.silva@toledo.pr.gov.br
Administrativo
 Ivanilde Lucila Souza Flemming
E-mail: ivanilde.flemming@toledo.gov.br
Técnicos 
Técnicos em Agropecuária: Diomedes Cupertini
                                              Laudemir Faez
 
Técnico em Piscicultura: Eduardo Timm Batista
 
Técnicos em Vigilância Sanitária:   Milton Adauri Linke
                                                        Marcos Samuel Nogueira
Veterinários
Médicos : Tatiane Francieli Sebastiani  - SIM/POA (45) 3055-8854
                 Nelson Kodama L. Raymundo -  (45) 3055-8999
 
Operador de Máquinas: Antônio Morais Neto           
 
 
INFRAESTRUTURA RURAL: João Laudelino Bonetti
                                                     Bruna Guedes de Oliveira
E-mail:infra.estrutura.toledo@gmail.com             (45) 3055-8972
 
LOCALIZAÇÃO  Rua Raimundo Leonardi, 1586, Subsolo    CEP: 85900-110
Centro - Toledo PR

 

CONTATOS

     Atendimento
     Fone: (45) 3055-8972 / 3055-8843
     agricultura@toledo.pr.gov.br e infra.estrutura.toledo@gmail.com

 

NOTÍCIAS E AVISOS

 

 

       

 

 

Programa de Agricultura de Precisão

       O Programa Municipal de Agricultura de Precisão surgiu de uma das propostas do Plano de Governo da atual gestão, para ampliar a produtividade no campo. O Programa foi instituído pela Lei “R” n° 07, de 26/02/2014.

       A Agricultura de Precisão tem por objetivo  a redução dos custos de produção, evitando o desperdício de insumos e corrigindo adequadamente o solo, visando o aumento da produtividade.

       Na possibilidade de ofertar à Agricultores Familiares esta tecnologia, o Programa visa atender Produtores do Município de Toledo, preferencialmente com propriedades de até 26 ha de área, que estejam em dia com a emissão de Nota Fiscal de Produtor, e que, após análise de solo e emissão do Caderno de Recomendações, assumam adotar as recomendações contidas no material fornecido. Áreas superiores a 26 ha podem participar do Programa, mas respeitando o limite já citado.

      O Programa poderá atender produtores titulares ou arrendatários do imóvel, sendo possível apenas o atendimento de áreas de terras agricultáveis, com cultivo de culturas anuais. As áreas de pastagem não serão atendidas.

      Fica por responsabilidade do Município, através da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, custear com seus recursos a parte de coleta de amostras, análise de solo e produção do Caderno de Recomendação. A adoção de correção, a aquisição de calcário, gesso e fertilizantes fica como contrapartida dos produtores cadastrados no Programa.

      O Programa atendeu, em 2014, 97 produtores, atingindo aproximandamente 1500 hectares, nas Linhas Fazenda Branca, São Pedro, Dois Marcos e Arapongas, onde já foram realizadas as coletas e análises do solo, bem como entregue aos produtores os Cadernos de Recomendação.  

      No ano de 2015, pretende-se atender as Comunidades de Ouro Preto, Buê Caé, Boa Vista, Dr. Ernesto e Linha Flórida. Quem ainda não fez a inscrição para o Programa 2015/2016, poderá fazer na Secretaria de Agricultura, Agropecuária e Abastecimento, trazendo documentos pessoais e lote/matrícula da Propriedade.

     

Demostração da Agricultura de Precisão

 

 

 

 

 

Programa de Fruticultura

ASSISTÊNCIA TÉCNICA : Produtores de Frutas.

     - Implantação de pomares;

     - Plantio de mudas;

     - Adubação, condução e poda de frutíferas;

     - Controle de pragas e doenças;

     - Tratamento de inverno;

     - Colheita;

PROGRAMA DE PRODUÇÃO DE MAÇÃ E UVA PARA SUCO. 

 

Poda de maçã.

Curso de Poda de Maçã.

Informações com Laudemir Faez no telefone (45) 3055-8829.

. PROJETO DIDÁTICO PEDAGÓGICO

DEMONSTRATIVO ENTRE O COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL DE TOLEDO E PREFEITURA MUNICIPAL DE TOLEDO

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

              ·        Ter um local de referencia de cultivo de frutíferas para estudantes e produtores Toledo e região.

·        Incentivar o fruticultor a usar técnicas adequadas a cada cultura.

·        Estimular a população a cultivar frutas na sua propriedade ou moradia.

·        Demonstrar as técnicas que são possíveis de se realizar em Toledo.

·        Demonstrar variedades de frutas que podem ser cultivadas 

·        Permitir a aplicação de conceitos e princípios relacionados com a implantação e manejo de projetos;

·        Conhecer e aplicar métodos e fluxos adequados da colheita, embalagem, comercialização e conservação de produtos.

·        Verificar o comportamento das diferentes espécies e cultivares.

·        Observar a adaptação ou não de cada cultivar.

 

PÚBLICO ALVO

·        Estudantes do Colégio Agrícola Estadual de Toledo

·        Os fruticultores que desejarem aperfeiçoar sua produção em Toledo e região.

·        Aos fruticultores iniciantes que desejam produzir frutas para seu consumo ou comercialização

·        Fruticultores da zona rural como da urbana

·        Para pessoas que desejam  melhorar a sua alimentação.

 

 

 

 

Manejo e Conservação do solo

CONVÊNIO ENTRE A PREFEITURA MUNICIPAL DE TOLEDO COM O  COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL DE TOLEDO

A redução da movimentação do solo é um dos princípios básicos em manejo e conservação do solo, em função dos seguintes benefícios que proporciona: menores possibilidades de compactação do solo; manutenção da estrutura do solo; maior infiltração de água no solo; menores perdas de solo e água por erosão; maior disponibilidade de água para as plantas e redução de custos.

A cobertura do solo, seja ela viva ou morta, é outro princípio básico em manejo e conservação do solo, proporcionando os seguintes benefícios: redução dos efeitos negativos das chuvas e enxurradas, ao evitar ou reduzir o impacto das gotas de chuva na superfície do solo; incorporação de matéria orgânica e de nutrientes; melhoria da estrutura do solo; aumento da infiltração e do armazenamento da água no solo; redução da temperatura do solo e de custos relativos às capinas.

 

Aula Prática na cultura dos citros:

-Identificação e controle de pragas;

Minador dos Citros

O minador é uma mariposa que ataca as folhas novas das plantas de citros e provoca redução na taxa de fotossíntese e no desenvolvimento de brotações. As folhas afetadas secam e caem. O inseto adulto tem envergadura de 4 mm, com escamas de coloração branca e prateada e um ponto preto nas asas anteriores, característico da espécie. Originário da Ásia, ocorre de forma generalizada em todas as regiões citrícolas do mundo.

 

 

Pulgão preto; (Toxoptera citricidus) –

Inseto pequeno de cor escura que afeta brotações, flores e frutos de citros, provocando deformações e contribuindo para o aparecimento de fumagina. É transmissor dos vírus da tristeza dos citros, doença de ocorrência endêmica no Brasil. Provoca danos principalmente em plantas jovens no campo ou em mudas em viveiro. Ataca os brotos terminais, folhas em desenvolvimento e os botões florais. Nas brotações novas podem ocorrer em grandes colônias

 

Poda de Frutificação da Macieira

 

PODA DE FRUTIFICAÇÃO DA MACIEIRA SAFRA 2013/2014

 

 

          São atendidos 18 produtores do programa da Prefeitura do Município de Toledo e anualmente é realizado treinamento da poda de frutificação individualmente.

Poda de frutificação:

            A macieira necessita anualmente de poda de frutificação, para que possa manter um equilíbrio entre o crescimento vegetativo e a frutificação, mantendo assim produção constante, com frutos de qualidade.

*Com a poda também se elimina ramos com problemas fitossanitários;

*Remover ramos mal colocados que estejam sombreados;

*A poda mantém a produção mais bem distribuída na copa e melhor distribuição da luz;

*Realizar raleio de ramos conforme descrição abaixo:

 

   PODA DE FRUTIFICAÇÃO DA MACIEIRA

A macieira necessita poda de frutificação anualmente para manter o equilíbrio entre o crescimento vegetativo e frutificação.

1° Cortar ramos doentes, mal localizados.

2° Encurtamento de ramos á 20 cm, com a finalidade de formar ramos para o próximo ano e outros podar á 1/3 para produção no ano.

3° Podar á 10 cm os ramos mais finos ou elimina-los se for no centro da planta ou na sombra

4° Raleamento dos ramos, para melhorar luminosidade.

5° Permanecer todos os esporões somente eliminar os doentes.

6° Eliminar ramos com poucas gemas floríferas.

7° Não despontar, cortar ramos com menos de 50 cm de comprimento.

 

                                   TECNICO: LAUDEMIR FAEZ

 

 

Programa de Melhoramento Genético de Bovinos Leiteiros

       O Programa de Melhoramento Genético da Bovinocultura de Leite tem o objetivo de estimular a produção leiteira no município através da doação de sêmen para inseminação artificial do rebanho bovino e doação de nitrogênio líquido para abastecer os botijões onde fica armazenado este sêmen.  

      Atualmente são atendidos 397  produtores, organizados em 32 condomínios. 

      Para participar do programa, o produtor de leite deve fazer o seu cadastro junto a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAA) de Toledo, emitir nota fiscal da produção leiteira, e ter seus animais cadastrados na ADAPAR.

      A doação de nitrogênio líquido é realizada mensalmente no Centro de Eventos Ismael Sperafico. São 105 botijões cadastrados, dentre eles estão botijões cedidos para uso pela Prefeitura, e botijões particulares de propriedade dos produtores cadastrados no programa.

      A doação de sêmen é realizada anualmente. Para o ano de 2015 foram adquiridos 12.000 doses de sêmen das raças holandês e Jersey.

     Outra ação que vem sendo promovida por este programa em parceria com a PUC-Toledo é a oferta de Curso de Inseminação para os produtores e filhos de produtores.  O curso é ministrado no Hospital Veterinário da PUC pelo professor Ciro Meirelles, juntamente com os Médicos Veterinários Residentes de Clínica Médica de Grandes Animais da PUC-Toledo. No ano de 2014 foram formados 30 produtores.

 

Maiores informações:

Nelson Kodama L. Raymundo 

(45) 3055-8999 

Médico Veterinário da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

 

Cursos de Inseminação

       Foi realizado entre os dias 24 e 27 de março mais um Curso de Inseminação para os produtores e filhos dos produtores de leite pertencentes aos condomínios de Programa de Melhoramento Genético de Bovinos Leiteiros.  Esta é o 4º Curso realizado desde o ano passado.

       O curso foi ministrado no Hospital Veterinário da PUC pelo professor Ciro Meirelles, juntamente com o Médico Veterinário Vinícius, Residente de Clínica de Grandes Animais da PUC-Toledo. Participaram do curso 10 pessoas.

       No primeiro dia de curso foi ministrada uma aula teórica introdutória, e prática no laboratório. No segundo dia, foi realizada aula prática com as peças anatômicas e prática com a palpação nos animais. E no terceiro e quarto dia prática de inseminação nos animais.

 

 

 

 

ENTREGA DE SÊMEN

Com o intuito de melhorar e aumentar a produção de leite do município, no dia 22 de Abril de 2015, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAA) fez a entrega do sêmen das raças Holandesa e Jersey para os produtores que fazem parte do Programa de Melhoramento Genético da Bovinocultura de Leite. As empresas fornecedoras de sêmen que venceram o processo licitatório fizeram uma explanação sobre os touros, tirando as dúvidas dos produtores. A atividade aconteceu no Centro de Eventos Ismael Sperafico.

Foram adquiridas 12.000 doses de sêmen este ano, as quais foram divididas em duas etapas de entrega. Nesta primeira etapa foram entregues 7.500 doses de sêmen e o restante das doses será repassado em agosto em data a ser definida.

 

 

Galeria de Fotos

Entrega de Nitrogênio para os Produtores cadastrados no Programa.

Entrega de Nitrogênio para os produtores cadastrados

 

 

Bezerros gerados a partir de Inseminação Artificial.

 

 

 

 

 

 

 

Recarga de Nitrogênio

 O Programa Municipal de Melhoramento Genético em Bovinucultura Leiteira possui atualmente 105 botijões cadastrados no programa, quer recebem Recargas de Nitrogênio gratuitamente.  Ao todo são 32 regiões geográficas que a Secretaria de Agricultura chama de condomínios leiteiros. Até julho de 2016, quando aconteceu o último recadastramento, haviam 397 produtores rurais cadastrados para receber os benefícios.Segundo o secretário de Agricultura e Abastecimento, Cristopher Cristiano Carnelos de Azevedo, o programa fornece aos produtores um conjunto de materiais. “Esse conjunto são doses de sêmen de bovinos de leite da raça Holandesa e Jersey, o Nitrogênio para conservação dessas doses e para alguns condomínios também são fornecidos implementos agrícolas. Esses são os benefícios para os produtores inscritos no programa”, informou.O programa existe desde 2008 e hoje funciona com várias modificações. “O ganho é em melhoria genética do plantel de animais para que obtenham um alto potencial na produção leiteira. Além disso, é uma forma de desonerar os pequenos produtores e auxiliar para que invistam em outras áreas da produção”, salientou Chistopher.Em 2016 foram carregados em média 58 botijões a cada mês, sendo que o mínimo foi de 44 botijões e o máximo 81 botijões carregados. Ao todo foram entregues 8226,1 litros de Nitrogênio durante todo o ano. Uma média de 633 litros mensais. As recargas acontecem sempre uma vez ao mês no Centro de Eventos Ismael Sperafico, das 14h às 15h. A próxima recarga será dia 04/04/2017.

Programa de Olericultura

O programa de Olericultura tem como objetivo estimular a produção de verduras e legumes para atender o PAA (programa de aquisição de alimentos), o PNAE (programa nacional de alimentação escolar), as feiras dos produtores, supermercados, restaurantes e a população em geral.

Atualmente estão cadastrados 47 produtores com uma produção aproximada de 3,5 Ton. Estes produtores tem como beneficio auxilio com mecanização através de grade arrastão, pé de pato e encanteiradeira, além de receber através de doação sementes de qualidade e adaptadas ao clima da região para assim incentivar o aumento da produção e melhoria da qualidade dos produtos produzidos.

Através da UNIOESTE (Universidade do Oeste do Paraná) é realizado coleta e analise da água utilizada na irrigação e higienização dos legumes e verduras produzidos.

É também desenvolvido um projeto para ajudar os proprietários de lotes baldios ao qual tenham interesse no cultivo de plantas rasteiras, sendo o trabalho desenvolvido com a mecanização (pé de pato ou grade arrastão), ao qual inicia-se através de protocolo na Prefeitura de Toledo, indicando-se o local do lote, o proprietário e a planta de interesse de cultivo, para que seja encaminhado para analise das informações, verificação do local e consulta de débitos para que seja realizado atendimento e orientação através de escala de agendamento.

 

 

 

 

Maiores informações:

Diomedes Cupertini

(45) 3055-8829

Técnico Agropecuário da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

 

 

 

Galeria de Fotos

Programa de Piscicultura

 

     As atividades do setor de Piscicultura do Município de Toledo visam incentivar a produção pesqueira, ofertando orientação técnica continuada na implantação dos viveiros, na criação e na comercialização do pescado, proporcionando renda para as famílias rurais.

       O Município instituiu no ano de 2013, o Programa Municipal de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Aquicultura Familiar de Toledo, com o objetivo de promover ações de apoio e de incentivo à implementação da piscicultura no Município, visando aumento da produção e geração de emprego e renda - LEI “R” nº 12/2013 - Institui o Programa Municipal de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Aquicultura Familiar de Toledo.

          Está em processo de implantação o Pólo de Processamento de Pescados, no distrito de Novo Sarandi, o qual vai abrigar três plantas frigoríficas.

 

Técnico Responsável:  Eduardo Timm Batista

Telefone de contato: (45) 3055-8970

Delegação do Sudão em visita técnica no Município de Toledo – Fevereiro 2013

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Visita de produtores de peixe de Bituruna Paraná – Fevereiro 2013

 

Feira do Peixe 2013 – Março 2013

 

 

 

 

 

 

Visita Ministro da Pesca ao Paraná - Santo Antônio da Platina - PR - Abril 2013

 

 

Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal (SIM-POA)

       O Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem animal (SIM-POA) do município de Toledo foi instituído em 2 de dezembro de 1997 pela Lei 1.807 quando foi vinculado à Secretaria Municipal de Saúde.

        Em 29 de abril de 2014, este serviço foi vinculado à Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento pela Lei 2.168.

        Hoje o SIM/POA possui 15 estabelecimentos credenciados:

            - 3 Frigoríficos de Peixes

            - 2 Entrepostos de Ovos

            - 3 Entrepostos de Leite

            - 5 Fábricas de Embutidos

            - 2 Abatedouros de Bovinos/Suínos

 

Maiores informações:

Médica Veterinária Tatiane Francieli Sebastiani

Telefone: (045) 3055-8854

                  

 

Curso de Boas Práticas de Fabricação (BPF)

 O Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal (SIM/POA), no uso de suas atribuições e preocupado com a qualidade de higiene praticada na manipulação de alimentos, está promovendo em parceria com o SENAI, o curso de Higiene Aplicada à Manipulação de Alimentos (HAMA) e Boas Práticas de Fabricação (BPF). O curso é destinado aos proprietários e funcionários envolvidos na manipulação de produtos de origem animal das empresas vinculadas ao SIM/POA. São duas turmas em andamento, uma nas quintas-feiras, das 18h30min a 22h40min, que teve início na última quinta-feira dia 21/05/2015 com duração até 16/07/2015. E outra turma nos sábados, das 07h50min às 12h00min, de 23/05 a 18/07/2015.

 

O curso está sendo ministrado pelo professor Osmair Zimmermann do SENAI.

 

Maiores informações na Secretaria do SENAI de Toledo, fone: (45)3379-6150.

Aulas Práticas de Boa Prática de Fabricação (BPF)

AnexoTamanho
wp_20150620_013.jpg1.08 MB
wp_20150620_007.jpg1.17 MB